Projetos

WEIWE(R)BE

Selo WEIWE(R)BE: escolas distinguidas em 2021-2022

[27.06.2022]

No presente ano letivo, foram seis as escolas distinguidas com o Selo WEIWE(R)BE [ver ao lado], por terem dado continuidade à metodologia de trabalho associada ao projeto, alargando-a a um número superior de turmas e/ou de anos de escolaridade, o que permitiu envolver mais alunos num trabalho continuado e sistemático com vista ao desenvolvimento de competências de literacia, com enfoque na literacia de informação.

A atribuição simbólica da versão digital do Selo decorreu numa sessão a distância síncrona, cujo programa pode ser consultado ao lado, que contou com a participação de diretores, professores bibliotecários e outros professores das escolas distinguidas.

Em modo de celebração, cada escola partilhou a sua experiência, a partir de um infográfico com os dados principais relativos à implementação do projeto em 2021-2022, tendo sido unânime a intenção de continuar a apostar nesta metodologia de trabalho, reconhecida a sua mais-valia para a formação integral dos alunos.


Curso de formação do projeto WEIWE(R)BE - sessão de encerramento

[17.06.2022]

No dia 8 de junho, teve lugar a sessão de encerramento do curso de formação WEIWE(R)BE: competências de literacia com a biblioteca escolar, no qual participaram como formandos docentes e professores bibliotecários das escolas que integraram o projeto WEIWE(R)BE em 2021-2022, assim como os respetivos coordenadores interconcelhios para as bibliotecas escolares. Este curso, de 25 horas, visou apoiar os formandos no trabalho a implementar nas escolas, assente na articulação entre a biblioteca e a sala de aula, com vista ao desenvolvimento de competências de literacia da informação, integrando-as nas práticas curriculares.

A abertura da sessão, cujo programa se disponibiliza ao lado, contou com Manuela Silva, Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares, Glória Bastos, Professora da Universidade Aberta, e Pedro Coelho, Lead da Categoria de Computação Pessoal na HP Portugal, que destacaram a importância da ação das bibliotecas escolares no desenvolvimento de multiliteracias em crianças e jovens, no quadro de um ensino inovador e comprometido com os grandes desafios da atualidade.

Às comunicações iniciais seguiram-se os testemunhos das escolas, introduzidos pelos professores bibliotecários e/ou por outros docentes, mas tendo como verdadeiros protagonistas os alunos porta-vozes das turmas envolvidas, que partilharam experiências e reflexões sobre a sua participação neste projeto. A diversidade das partilhas não obviou a que se identificassem aspetos comuns às intervenções das várias escolas, entre os quais se destacam o reconhecimento do impacto positivo do projeto na qualidade dos trabalhos realizados pelos alunos e a intenção de dar continuidade, no próximo ano letivo, às práticas desenvolvidas ao longo deste ano, alargando-as a mais turmas, mais disciplinas e a outros anos de escolaridade.


WEIWE(R)BE: competências de literacia com a biblioteca escolar

[14.01.2022]

A sessão de apresentação [ver ao lado] do projeto WEIWE(R)BE, que está no seu terceiro ano de implementação, teve lugar no dia 12 de janeiro, através de videoconferência, marcando também o início do curso de formação de professores que lhe está associado. 

Em 2021-2022, integraram o projeto cinco novas escolas: Escola Secundária Alves Redol (Vila Franca de Xira), Escola Secundária Avelar Brotero (Coimbra), Escola Secundária Infanta D. Maria (Coimbra), Escola Secundária Matias Aires (Agualva-Cacém) e Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro (Caldas da Rainha). 

Professores bibliotecários, docentes curriculares, coordenadores interconcelhios das bibliotecas escolares e alunos, os principais protagonistas neste processo, vão trabalhar de forma articulada para que, partindo de cenários concretos de aprendizagem, desenvolvam competências de literacia, em particular, competências de literacia de informação, fundamentais no atual contexto da sociedade em rede.  


O projeto WEIWE(R)BE no ecossistema digital e virtual 

[26.11.2021]

Foi realizada, no dia 24 de novembro, a ação de curta duração “O projeto WEIWE(R)BE no ecossistema digital e virtual”, na qual estiveram representadas dez das doze escolas que integraram o projeto em anos anteriores e que pretendem dar continuidade ao trabalho então iniciado, consolidando-o, sistematizando-o e alargando-o à comunidade escolar. 

Nesta sessão foi ainda atribuído, simbolicamente, o Selo WEIWE(R)BE 2020-2021 à Escola Secundária Damião de Goes e à Escola Secundária da Ramada, tendo os respetivos professores bibliotecários, em jeito de partilha de boas práticas, dado o seu testemunho acerca da implementação deste processo nos seus contextos.   

O Selo WEIWE(R)BE [ver ao lado] corresponde a uma distinção simbólica das boas práticas implementadas de forma sistemática.  

A expectativa é a de que, no final do ano letivo, sejam atribuídos dez Selos WEIWE(R)BE 2021-2022. 

 

Edições anteriores
2020-2021
Objetivos
1. Desenvolver, de forma articulada e sistemática, as competências de literacia da informação.
2. Fomentar o trabalho colaborativo entre a biblioteca escolar e as áreas curriculares, no âmbito das aprendizagens essenciais, na produção de trabalhos a partir de REA.

Descrição
Projeto dinamizado pela Rede de Bibliotecas Escolares, em parceria com a Rede Académica WEIWER® – LE@D, Universidade Aberta, que visa promover o desenvolvimento de competências de literacia de informação, enquadrando-as num trabalho de articulação entre a biblioteca escolar e o currículo, assumindo particular relevância a capacitação dos alunos para o uso crítico dos recursos educacionais abertos (REA).

Destinatários
Turmas do 10.º ano do Ensino Secundário
Parceiro
Universidade Aberta
 
Data de início
2019
_
Contactos
_
Acessibilidade
_
Lista de distribuição
_
Blogue
_
Facebook
_
Instagram
_
Twitter
_
YouTube
_
Flipboard